A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Harold Robbins


Romancista americano de grande popularidade, alcançou a marca de 750 milhões de livros vendidos em todo o mundo. Destacam-se "O Garanhão", "Os Libertinos" e "Os Insaciáveis". No Brasil, alguns de seus livros foram traduzidos por Nelson Rodrigues. Os romances de Robbins ganharam notoriedade por seu retrato aberto da sensualidade e o sucesso o levou a uma vida de excessos semelhante aos das próprias ficções que criou. Sua primeira obra, "Império de Um gângster", foi levada à justiça devido a seu conteúdo obsceno. O incidente marcou com mais força o destino do escritor, que ganhou fama por seu comportamento polêmico.

Robbins começou aos 20 anos vender açúcar para o comércio atacadista. No início da Segunda Guerra Mundial, Robbins tinha perdido a sua fortuna e se mudou para Hollywood, onde trabalhou nos estúdios da Universal, primeiro como um balconista de remessa. Depois ele se tornou um executivo de estúdio. O primeiro livro dele, "Nunca Ame um Estranho", (1948) utilizou a própria vida dele como um órfão nas ruas de Nova York e criou controvérsia com sua sexualidade gráfica. Ian Parker diz que de acordo com Robbins, Pat Knopf comprou o livro porque "foi a primeira vez li um livro em que numa página você teria lágrimas e na próxima página você teria um espanto." "Os Comerciantes de Sonho" (1949) era sobre a indústria de filme de Hollywood. Novamente Robbins misturou as próprias experiências dele, fatos históricos, melodrama, sexo, e ação em uma história rápida e comovente.

Ele se tornaria um dos maiores autores de best seller do mundo, publicando mais de 20 livros que foram traduzidos em 32 idiomas e vendido mais de 50 milhões de cópias. Entre os livros mais conhecidos dele está "Os Insaciáveis", baseado na vida de Howard Hughes, que leva o leitor de Nova York para a Califórnia, da prosperidade da indústria aeronáutica para a fascinação de Hollywood. Sua sequência, "O Raiders", foi publicada em 1995. Em 1982, Robbins, devido a problemas num quadril foi forçado a usar uma cadeira de rodas, no entanto nunca deixou de escrever.

Os altos e baixos da crítica nunca alteraram sua constante popularidade, e isto lhe permitiu desfrutar de fama e riquezas. Mas uma série de acidentes e problemas de saúde o arruinaram e o levaram novamente a sentar-se em frente a sua máquina de escrever. Em 50 anos de carreira escreveu 23 livros de sucesso, entre os quais "Os Estupradores" (The Piranhas). O romance foi lançado em 1992 e o título refere-se a um episódio no qual o primo mafioso do narrador é devorado por piranhas no Rio Amazonas, enquanto transporta cocaína para os Estados Unidos. Existe ainda uma menção a Ivo Pintanguy na história, que não foi bem recebida pela crítica. Harold Robbins faleceu vitimado por uma parada cardiorrespiratória aos 81 anos, em 16 de outubro de 1997.

BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
• fechar janela •