A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z


Cineasta de Hollywood, nascido em Goshen, Indiana, no dia 30 de maio de 1896, uma das figuras mais importantes que ajudaram a dar forma ao projeto de sonhos que era Hollywood nas duas primeiras décadas do século. Foi responsável por 44 filmes em quase cinquenta anos de carreira. Celebrado nas páginas da revista francesa Cahiers du Cinema, dirigiu as grandes estrelas da época, como Jean Harlow, Marilyn Monroe, Jane Russell, Lauren Bacall, Angie Dickinson, Elsa Martinelli, Cary Grant, Rock Hudson e John Wayne.

Certa vez, durante um passeio que reuniu o ator Clark Gable, o escritor William Faulkner e Hawks, o tema da conversa caiu sobre livros. Gable perguntou a Faulkner quais eram seus atores preferidos, no que o escritor respondeu: "Thomas Mann, Willa Carter, John dos Passos, Ernest Hemingway e eu". Gable perguntou admirado: "Ah, o senhor escreve, senhor Faulkner?" "Sim, e o que é que o senhor faz, senhor Gable?", revidou o escritor. Acho que Gable nunca leu um livro e Faulkner nunca foi ao cinema - creio que estavam sendo sinceros, comentou Hawks tempos depois.

Os filmes de Howard Winchester Hawks tinham principalmente a preocupação de exaltar o heroísmo individual, embora assumindo às vezes caráter irônico ou cômico. Transitava por vários gêneros, desde o filme noir ("À Beira do Abismo") ao musical ("Os Homens Preferem as Loiras"), passando pelo pastelão ("Levada da Breca") e o western ("Rio Vermelho"). O exercício das diversas profissões o fascinava: qualquer homem, realizando com aplicação a sua tarefa, para ele valia a pena ser observado. Escritor, roteirista e criador de piadas visuais, Hawks tinha como propósito agradar as plateias ávidas de fantasias e de mitos, contando histórias para divertir e instruir.

O crítico Leonard Maltin considerou Hawks como "o maior realizador americano cujo nome não é a marca de um eletrodoméstico". De fato, ainda que a sua obra não seja tão valorizada quanto a de Ford, Welles, Hitchcock, Chaplin, Fellini, Kubrick, Kurosawa, Bergman, Truffaut, Godard, Allen, Spielberg e Eisenstein, continua, ainda assim, a ser um dos maiores vultos do cinema mundial e um dos mais amados pelos cinéfilos.

Hawks tinha tendência a inventar histórias sobre o negócio cinematográfico, de forma a inflacionar as suas próprias contribuições na sétima arte. Uma destas histórias sustentava que, em conversa com Ernest Hemingway, lhe tinha dito que conseguiria fazer um bom filme com o pior que Hemingway alguma vez tivesse escrito. O escritor terá desafiado Hawks a realizar um filme baseado em "To Have and Have Not" (Ter ou não ter/Uma Aventura na Martinica ) - um dos grandes clássicos de Hawks.

Em sua estreia na direção, em 1926, ouviu um conselho da gerência da Fox: "Está provado que você não sabe dirigir. Agora, pelo amor de Deus, dedique-se a contar histórias divertidas." Um criador essencialmente moderno e impecável profissional do show business, a vida inteira Hawks foi fanático por máquinas e pilotava quase todas elas - motos, aviões, automóveis e barcos. O grande diretor (tinha quase dois metros de altura), incomparável como John Ford, Raoul Walsh e Charles Chaplin, foi o último a sair de cena. Ausente dos estúdios desde 1971, refugiara-se em sua mansão de Palm Springs, perto de Hollywood, num descanso que julgara provisório.

Hawks fez 42 filmes mas jamais ganhou um Oscar. Antes de estrear na direção em 1942 com "O Caminho da Glória", foi motorista de caminhão, piloto, ascensorista, montador de películas e roteirista. Hawks faleceu em virtude de uma violenta queda sofrida em sua própria casa, aos 73 anos, em 29 de dezembro de 1977. Pelas suas contribuições para a indústria cinematográfica, Howard Hawks tem a sua estrela na calçada da fama em 1708 Vine Street, Hollywood. Foi um dos cineastas juntamente com D.W. Griffith, Charles Chaplin, Satyajit Ray e Vincente Minnelli, a ser homenageados por Jean-Luc Godard em "O Desprezo".


Filmografia
1926: Espelhos d'Alma (The Road to Glory)
1926: Sua Majestade, a Mulher (Fig Leaves)
1927: Elas por Elas (The Cradle Snatchers)
1927: Paga para Amar (Paid to Love)
1928: Príncipe Fazil (Fazil)
1928: Conquistando os Ares (The Air Circus)
1928: Uma Noiva em Cada Porto (A Girl in Every Port)
1929: Quem é o Culpado? (Trent's Last Case)
1930: A Patrulha da Madrugada (The Dawn Patrol).....Mais informações
1931: O Código Penal (The Criminal Code)
1932: Delirante (The Crowd Roars)
1932: Scarface, a Vergonha de Uma Nação (Scarface, Shame of a Nation).....Mais informações
1932: O Tubarão (Tiger Shark).....Mais informações
1933: Vivamos Hoje (Today we Live)
1933: O Pugilista e a Favorita (The Prizefighter and the Lady)
1934: Viva Villa! (idem)
1934: Suprema Conquista (Twentieth Century)
1935: Duas Almas se Encontram (Barbary Coast)
1935: Heróis do Ar (Ceiling Zero)
1936: O Caminho da Glória (The Road to Glory)
1936: Meu Filho é Meu Rival (Come and Get it)
1938: Levada da Breca (Bringing up Baby).....Mais informações
1939: Paraíso Infernal (Only Angels Have Wings).....Mais informações
1940: Jejum de Amor (His Girl Friday)
1941: Sargento York (Sergeant York).....Mais informações
1941: Bola de Fogo (Ball of Fire).....Mais informações
1943: Águias Americanas (Air Force)
1943: O Proscrito (The Outlaw)
1943: Corvetas em Ação (Corvette K-225)
1944: Uma Aventura na Martinica (To Have and Have Not).....Mais informações
1946: À Beira do Abismo (The Big Sleep).....Mais informações
1948: A Canção Prometida (A Song is Born)
1948: Rio Vermelho (Red River)
1949: A Noiva era Ele (I Was a Male War Bride).....Mais informações
1951: O Monstro do Ártico (The Thing from Another World)
1952: Páginas da Vida (O. Henry's Full House )
1952: O Rio da Aventura (The Big Sky).....Mais informações
1952: O Inventor da Mocidade (Monkey Business)
1953: Os Homens Preferem as Loiras (Gentlemen Prefer Blondes).....Mais informações
1955: Terra dos Faraós (Land of the Pharaohs)
1959: Onde Começa o Inferno (Rio Bravo)
1961: Hatari! (idem).....Mais informações
1963: O Esporte Favorito dos Homens (Man's Favorite Sport?)
1965: Faixa Vermelha 7000 (Red Line 7000)
1967: El Dorado (idem)
1970: Rio Lobo (idem)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
Howard Hawks
  Se você gostou, compartilhe esta página no Facebook
• fechar janela •