A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z


Ator e cantor célebre nos palcos da Broadway e nas telas em musicais clássicos como "O Barco das Ilusões" e "Sete Noivas para Sete Irmãos". Na televisão, tornou-se conhecido ao atuar na série "Dallas". Keel só chegou à televisão quando já era famoso, no final de uma carreira que o conduziu primeiro à Broadway, nos anos 40, e na década seguinte, aos musicais da MGM, onde, do alto do seu metro e noventa, e com a sua possante voz de barítono, interpretou filmes como "O Barco das Ilusões", de George Sidney (1951) ou "Sete Noivas para Sete Irmãos", de Stanley Donen (1954), contracenando com atrizes como Kathryn Grayson, Esther Williams e Betty Hutton.

Quando o gênero entrou em decadência no cinema, Keel voltou aos palcos para brilhar em musicais como "South Pacific", "Man of La Mancha" e, é claro, "Sete Noivas para Sete Irmãos", alternando com papéis em westerns de série B. Preparava-se para a aposentadoria, no início dos anos 80, quando foi abordado pelos produtores da série "Dallas", seus admiradores dos dias da MGM, que lhe ofereceram o papel de Clayton Farlow, segundo marido da personagem de Barbara Bel Geddes, a matriarca do clã Ewing. O papel mudou a vida de Howard Keel e deu um segundo fôlego à sua carreira: "Transformei-me numa estrela de novo, onde quer que fosse, atraía multidões, e comecei a gravar discos solo pela primeira vez na minha vida", disse então o ator, que se manteve na série até ao seu final, em 1991, ao mesmo tempo que fazia excursões nos EUA e na Grã-Bretanha, com o seu vasto repertório de canções.

Nascido em Gillespie, Illinois, no dia 13 de abril de 1919, Howard Keel era filho de um oficial da marinha que virou mineiro e alcoólatra, e de uma mãe muito religiosa e estrita. "Tive uma infância miserável", contou o ator, que começou a vida trabalhando como mecânico. Aos 20 anos, após assistir a um recital de ópera, no Hollywood Bowl, Keel decidiu estudar canto e mudar radicalmente de vida. Nos anos 40, ganhou um concurso de canto e conseguiu ao mesmo tempo participações em dois musicais da Broadway, "Oklahoma!" e "Carousel". Em 1950, Howard Keel foi contratado pela MGM, que andava à procura de um cantor de presença máscula que fosse uma alternativa ao sofisticado Fred Astaire e ao acrobático Gene Kelly.

Nascido em Illinois, Howard Keel foi criado na Califórnia por sua mãe viúva. Lá ele apoiou-se com biscates depois da formatura do ensino médio, vagamente mantendo esperança de se tornar um cantor profissional. Seu primeiro momento artístico foi como ajudante de garçom cantando em um café de Los Angeles pelo salário "principesco" de US$ 15,00 por semana. Temporariamente desanimado, Keel conseguiu um emprego na Douglas Aircraft; a equipe executiva, impressionada com sua aparência de astro de cinema e agradável barítono, enviou o jovem em uma excursão a outras fábricas da Douglas, onde, como um "representante de fabricação", ele entretinha os trabalhadores enquanto eles apressavam-se em completar as suas quotas de guerra.

Depois de vencer vários concursos de canto, Keel foi contratado por Rodgers e Hammerstein; ele substituiu John Raitt na produção da Broadway de "Carrossel" e interpretou Curley na versão londrina de "Oklahoma". Foi enquanto na Inglaterra que Keel, anunciado como Harold Keel, fez sua estreia no cinema em um papel de vilão em "The Small Voice" (1949). Ele foi trazido de volta a Hollywood para interpretar Frank Butler na filmagem de "Annie Get Your Gun", de Irving Berlin, na MGM. Howard Keel faleceu em Los Angeles, aos 85 anos, em 7 de novembro de 2004. Keel morreu numa manhã de domingo em consequência de um câncer de cólon, de acordo com seu filho, Gunnar.

Veja outra foto de Howard Keel


Filmografia
1950: Amor Pagão (Pagan Love Song)
1950: Bonita e Valente (Annie Get Your Gun)
1951: O Barco das Ilusões (Show Boat)
1951: A Sereia e o Sabido (Texas Carnival)
1951: Esperto contra Esperto (Callaway Went Thataway)
1951: Os Três Xarás (Three Guys Named Mike)
1951: Assim São os Fortes (Across the Wide Missouri)
1952: Busca Desesperada (Desperate Search)
1952: O Amor Nasceu em Paris (Lovely to Look at)
1953: Ardida como Pimenta (Calamity Jane)
1953: A Bela e o Pangaré (Fast Company)
1953: A Bela e o Renegado (Ride, Vaquero!)
1953: Dá-me Um Beijo (Kiss me Kate).....Mais informações
1954: Rose Marie (idem)
1954: Bem no Meu Coração (Deep in My Heart).....Mais informações
1954: Sete Noivas para Sete Irmãos (Seven Brides for Seven Brothers)
1955: Um Estranho no Paraiso (Kismet)
1955: A Favorita de Júpiter (Jupiter's Darling)
1958: Torrentes de Medo (Floods of Fear)
1959: O Pescador da Galileia (The Big Fisherman)
1961: O Esquadrão da Morte (Armored Command)
1963: O Terror Veio do Espaço (The Day of the Triffids)
1966: Dilema de um Bandido (Waco)
1967: Depois do Massacre (Red Tomahawk)
1967: Gigantes Em Luta (The War Wagon).....Mais informações
1968: Pistoleiros do Arizona (Arizona Bushwhackers).....Mais informações
1994: Era Uma Vez em Hollywood! III (That's Entertainment III)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
Howard Keel
  Se você gostou, compartilhe esta página no Facebook
• fechar janela •