A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Humberto Teixeira


Compositor cearense dedicado ao baião ao longo de sua carreira, iniciou a famosa parceria com Luiz Gonzaga em 1945, criando o clássico do cancioneiro brasileiro "Asa Branca". A primeira composição da dupla foi "Baião", gravada pelo conjunto Quatro Ases e um Coringa. Da autoria de ambos, destacam-se também "Mangaratiba", "Juazeiro", "Paraíba", "Assum Preto", "Lorota Boa qui nem Jiló", "Lá no Meu Pé de Serra" e "Baião de Dois". Para Dalva de Oliveira compôs "Kalu", seu grande sucesso, e com Sivuca fez "Adeus, Maria Fulô", gravada por Carmélia Alves.

O baião chegou a dominar 80% das execuções musicais no Brasil, sendo o restante dividido entre o samba e ritmos importados. Ao separar-se de Luiz Gonzaga em 1950, Humberto Teixeira foi eleito deputado federal pelo Ceará, com 12.000 votos. A partir dessa época, foi escolhido por três vezes consecutivas o melhor compositor do ano, pela Revista do Rádio. Nascido em Igaratú, no sertão, logo depois a família retirou-se da cidade por causa da seca. Em Fortaleza, aos seis anos aprendeu a tocar musete, o equivalente francês da gaita de foles, com o tio, o maestro Lafaiete Teixeira.

Proibido de tocar piano por ser coisa de mulher no Ceará, aprendeu flauta e bandolim. Aos 15 anos, publicou sua composição Miss Hermengarda, enquanto tocava na orquestra que musicava filmes mudos no Cine Majestic da capital cearense. A orquestra tinha preferência pelo ragtime americano, mas a plateia exigia o baião, até então um ritmo exclusivamente regional. Teixeira transferiu-se para o Rio nessa época e, três anos depois, era premiado num concurso de músicas carnavalescas pela revista O Malho, com "Meu Pedacinho". Em 1943, formou-se advogado e, no ano seguinte, teve sua primeira composição gravada, "Sinfonia do Café", em parceria com Lírio Panicalli e interpretada por Déo. Com um total de 499 composições gravadas, o compositor sempre defendeu os autores e seus direitos, tendo conseguido a aprovação da lei Humberto Teixeira, para subsidiar excursões de músicos brasileiros ao exterior, o que se deu até 1964. O compositor faleceu aos 63 anos, em 3 de outubro de 1979.

BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
• fechar janela •