A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Ida Gomes


Além de se eternizar como uma das maravilhosas Irmãs Cajazeiras – era a Doroteia na telenovela "O Bem Amado" (ao lado de Dirce Migliaccio e Dorinha Duval), de Dias Gomes, da carreira importante no teatro e de filmes expressivos no cinema Ida Gomes era dubladora, atuando principalmente em telenovelas. Apesar de judia, Ida é uma das atrizes mais escaladas para viver freiras na TV. Em entrevista a Jô Soares em seu programa, em 2001, Ida declarou, brincando, quando o apresentador lhe fez uma pergunta sobre as suas freiras na televisão: "Eu sou judia, mas sempre me chamam pra fazer a irmã de caridade, a madre superiora. A Globo tentou me converter mas não conseguiu."

Seu trabalho mais recente foi na primeira fase da minissérie "JK", na qual era a Irmã Maria - uma freira francesa radicada em Minas Gerais que ajudava o médico Juscelino Kubitschek (então Wagner Moura) a cuidar dos feridos na batalha militar entre os Estados de Minas e São Paulo. Em dublagem, tornou-se a voz oficial de duas estrelas, e rivais, de Hollywood: Bette Davis e Joan Crawford. Ela também dublou a Madame Min em sua primeira aparição, no filme "A Espada Era a Lei", da Disney.

Ida Gomes, cujo nome verdadeiro é Ida Szafran, nasceu na cidade polonesa de Krasnik, em 25 de Setembro de 1933, e veio para o Brasil aos 13 anos. Irmã do também ator Felipe Wagner, Ida encontrou na mãe a maior incentivadora para trilhar a carreira artística. Aos 15 anos fez sua primeira apresentação no rádio, desenvolvendo depois carreira de rádio-atriz na Tupi. Nos anos 50 Ida Gomes atua no teatro, na televisão e como dubladora. Na telinha estreia em "Coração Delator", em 1953, e depois vai para a Globo, onde participa de cerca de 30 produções. Nesses mesmos anos, trabalha na BBC de Londres durante um ano e abraça a carreira de dubladora. estreia no cinema em 1963 na versão dirigida por Billy Davis para "Bonitinha, mas Ordinária", de Nelson Rodrigues. Ida Gomes também era tia da atriz Débora Olivieri e do músico Daniel Szafran. A atriz faleceu aos 85 anos, em 22 de fevereiro de 2009.

Veja outra foto de Ida Gomes: Foto 01 Foto 02 Foto 03


Teledramaturgia
1953: Coração Delator
1967: A Rainha Louca
1968: A Gata de Vison
1969: A Ponte dos Suspiros, Rainha
1969: A Última Valsa, condessa Matilde
1969: Véu de Noiva
1970: A Próxima Atração, Zilda
1970: Pigmalião 70, Freira
1970: Verão Vermelho, Jandira
1971: O Homem que Deve Morrer, Júlia
1972: A Dama das Camélias
1972: Selva de Pedra, Heloise Katzuki (Mme. Katzuki)
1973: O Bem-Amado, Dorotéa Cajazeira
1974: Enquanto a Cegonha Não Vem, Caso Especial
1974: Feliz na Ilusão
1974: Fogo sobre Terra, Frida
1975: Helena, Úrsula
1975: O Grito, Branca
1975: Senhora, Emília
1976: Estúpido Cupido, Madre Superiora Encarnación
1976: O Casarão, mãe de Vânia
1977: Dona Xepa, Isabel
1977: O Astro, Tia Magda
1978: Pecado Rasgado, Aída
1980: O Bem-Amado, Doroteia Cajazeira
1984: Corpo a Corpo, Hermengarda
1985: De Quina pra Lua, Urânia
1986: Hipertensão, Ma Mére
1986: Memórias de um Gigolô, Zizi de La Rocha
1988: Vida Nova, Madre Superiora
1989: República
1989: Top Model, mãe de Marvin
1990: Gente Fina, Eudóxia
1992: De Corpo e Alma, Bela Lopes Jordão
92/98: Você decide
1995: Cara e Coroa, irmã Domitília
1995: Malhação, Helga
1998: Era uma Vez, Freira
1999: Força de um Desejo
2001: A Padroeira, Zuleika
2001: os normais, medica
2002: Desejos de Mulher, Madame Safira
2004: Da Cor do Pecado, Tia Heloísa
2005: A Lua Me Disse, Ximena
2005: Bang Bang, Irmã Encarnación (participação especial)
2006: JK, Irmã Maria
2006: Pé na Jaca, Madre superiora
2006: sob nova direção, tia esmeralda
2007: Duas Caras, Frida


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
• fechar janela •
Dirce Migliaccio, Dorinha Duval e Ida Gomes em "O Bem Amado" (1973)