A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z


Inger Stevens, nome artístico de Inger Stansland, nasceu em 18 de outubro de 1934 em Estocolomo, na Suécia e foi um atriz vencedora do Globo de Ouro, de cinema e TV. Stevens era uma criança insegura e sempre doente. Seus pais se divorciaram quando vivia ainda na Suécia e quando ela completou nove anos de idade, se mudou com seu pai para Nova York. Quando tinha treze anos, eles se mudaram para Manhattan, Kansas, onde ela frequentou o colégio. Aos 16, ela saiu de casa e começou a trabalhar em Nova York como showgirl. Ao mesmo tempo, ela estudava no famoso Actors Studio.

Ela apareceu em comerciais, peças e TV até que finalmente conseguiu sua grande chance no filme "Man on Fire" ao lado de Bing Crosby. Muitos filmes vieram em seguida, mas seu maior sucesso foi na série de TV "The Farmer's Daughter" com William Windom e também em episódios de "Bonanza", "The Alfred Hitchcock Hour", "The Eleventh Hour", "Sam Benedict" e "The Twilight Zone".

Ironicamente, em alguns papéis ela interpretava protagonistas que acreditavam estar vivas quando estavam na verdade mortas. Depois que o seriado foi cancelado em 1966, Stevens se concentrou nos filmes. Seus mais conhecidos filmes foram "Diário de um Homem Casado" (1967), "A Marca da Forca", "Poquer de Sangue" e "Os Impiedosos", todos em 1968. Stevens tentou voltar para a TV em 1970 com a série "The Most Deadly Game" quando faleceu.

Seu primeiro marido foi seu agente, Anthony Soglio, com quem ficou casada de 1955 a 1957. De 1961 até sua morte, ela esteve secretamente casada com Ike Jones, um diretor negro americano. Essa alegação foi posta em dúvida, devido à falta de uma licença de casamento, a manutenção de casas separadas e a apresentação de documentos do imposto de renda como pessoas solteiras. No entanto, no momento em que a propriedade de Stevens estava sendo resolvida, o irmão da atriz, Carl O. Stensland, confirmou em tribunal que sua irmã tinha escondido seu casamento com o Jones "com medo para sua carreira."

Stevens também namorou Anthony Quinn, Bing Crosby, Dean Martin, Harry Belafonte e Mario Lanza, entre outros. Também namorou Burt Reynolds, pouco antes do seu suicídio. Stevens foi encontratada deitada com o rosto no chão de sua cozinha na manhã de 30 de abril de 1970, tendo tomado uma overdose de Tedral (combinação de teofilina, efedrina e barbitúricos), usualmente prescrita no tratamento de problemas respiratórios como asma, enfisema e bronquite, misturada ao álcool. Ela tinha 35 anos.

Inger Stevens, bela, loura, de olhos azuis, (um de seus filmes: "Diário de um Homem Casado", dirigido por Gene Kelly). Ela apareceu em programas de televisão e em comerciais e peças de teatro, até que finalmente conseguiu sua grande chance no filme "Fogo no Coração", com Bing Crosby . "Às vezes eu me sinto tão só, que tenho vontade de gritar". Inger morreu de suicídio, barbitúricos, de solidão, em Hollywood, nove anos depois de já ter tentado a morte tomando detergentes.


Filmografia
1957: Fogo no Coração (Man on Fire)
1958: Grito de Terror/Terror na Noite (Cry Terror).....Mais informações
1958: Corsário sem Pátria/Lafitte, o Corsário (The Buccaneer)
1959: O Mundo, a Carne e o Diabo (The World, the Flesh and the Devil)
1964: Torvelinho de Paixões (The New Interns)
1967: Diário de um Homem Casado/Maridos em Férias (A Guide for the Married Man)
1967: A Grande Cilada (A Time for Killing)
1967: A Serviço do Crime (The Borgia Stick) - TV
1968: Não Importa que Morram (House of Cards)
1968: Os Impiedosos (Madigan).....Mais informações
1968: O Último Tiro/Rio de Fogo (Firecreek)
1968: Poquer de Sangue (Five Card Stud)
1968: A Marca da Forca (Hang'em High)
1969: Um Sonho de Reis (A Dream of Kings)
1970: A Busca (Quest: Mask of Sheba)
1970: Vingança de um guerreiro (Run, Simon, Run)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
Inger Stevens
  Se você gostou, compartilhe esta página no Facebook
• fechar janela •