A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Isaac Asimov


Escritor norte-americano de origem russa, nascido em Smolensk, responsável por uma extensa obra sobre um único tema, ficção científica. De descendência israelita, sua família imigrou para os Estados Unidos logo que ele nasceu. Aos 18 anos, já publicava contos e ensaios em revistas de ciências. Graduou-se na Universidade de Columbia e, em 1942, escreveu "Fundação", sua obra-prima, tornando-se bastante popular como autor de ficção científica. Um prodigioso dínamo de produção literária, sua bibliografia inclui cerca de 500 títulos publicados, entre eles, "O Grande Sol de Mercúrio", "O Despertar dos Deuses" e "Eu, Robô", este último publicado em 1950 e que se tornou seu livro mais famoso.

Conquistando a rara proeza de se tornar o autor de mais de 35 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, a ficção científica era somente sua porção mais célebre. Com um texto simples, direto, bem humorado e carregado de humanismo, Asimov foi um trabalhador incansável que escreveu até morrer coletâneas de artigos, críticas literárias, ensaios, poesias, histórias de mistério, livros de história da ciência e infantis, além de inesperados guias sobre a Bíblia e Shakespeare. Nenhum escritor escreveu tanto sobre coisas tão distintas.

Trechos de sua entrevista à revista Manchete de 21.1.78: "Se dissermos que a tecnologia é responsável por todos os males, que devemos fechar nossas fábricas e acabar com os automóveis para levarmos uma vida decente ligada à terra, simplesmente não vamos ter condições de realizar isso. Não é mais possível sustentar todos os habitantes da terra com uma agricultura pré-industrial. Para alimentar quatro bilhões de pessoas é que usamos sistemas mecanizados, fertilizantes, pesticidas, irrigação. Se abandonarmos tudo isso e as pessoas voltarem a cavar a terra, pelo menos metade da humanidade vai sucumbir. O que eu acho que vai acontecer no futuro é uma transferência de toda a nossa estrutura industrial para fora da superfície terrestre. Antevejo um tempo em que as fábricas serão amplos complexos acionados por robôs automatizados e computarizados, na órbita da Terra ou da Lua. Nessas condições, nosso planeta passaria a ser, na medida do possível, um mundo agrícola e pastoril." Asimov faleceu aos 72 anos, 6 de abril de 1992.

BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
• fechar janela •