A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Jean-Claude Brialy


Jean Claude Brialy nasceu em Lieu Aumale, Algéria, em 30 de março de 1933. Com Jean-Paul Belmondo, Brialy encarnou a cara da nouvelle vague, em filmes de Claude Chabrol e Jean-Luc Godard. Era afetado e/ou insolente. Quando virou diretor, seguiu o caminho inverso e substituiu a insolência pelo charme passadista. Fez "Églantine e Les Malheurs de Sophie", baseado na Condessa de Ségur, que são bons filmes, mas inusitados, para quem interpretou "Os Primos" e "Uma Mulher É Uma Mulher". Brialy trabalhou com outros grandes diretores – Eric Rohmer, Luis Buñuel.

Jean-Claude Brialy destacou-se num filme que fez na Itália – "La Notte Brava", de Mauro Bolognini, com roteiro de Pier Paolo Pasolini. Chamou-se, no Brasil, "A Longa Noite de Loucuras". Um bando de garotos da vida toma dinheiro de prostitutas. O dinheiro, pelo qual se batem, não vale nada. O filme começa e termina com uma nota de dinheiro amassada (e jogada no lixo). A ideia é do diretor. Não está no roteiro de Pasolini, como foi editado no Brasil, com as crônicas e novelas de "Ali de Olhos Azuis".

Ele trabalhou com Chabrol ("Nas Garras do Vício", horrenda tradução de Le Beau Serge), Truffaut ("Os Incompreendidos", "A Noiva Estava de Preto"), Godard ("Uma Mulher É uma Mulher"), Rohmer ("O Joelho de Claire"), Malle ("Ascensor para o Cadafalso"), além de Buñuel ("O Fantasma da Liberdade"). Está em um filme, "Casanova e a Revolução", de Ettore Scola. Em seu currículo constam mais de cem filmes, alguns deles obras-primas. Brialy foi protagonista de "Le Beau Serge" e outros filmes, mas era uma espécie de especialista em papéis secundários, que ganhavam relevância com seu talento. Membro do juri do Festival de Cinema de Cannes em 1995, Jean-Claude Brialy apareceu num popular programa da televisão francesa, "Le Monde est à Vous". O ator faleceu aos 74 anos, em 30 de maio de 2007.

Veja outra foto de Jean-Claude Brialy


Filmografia
1958: Os Primos (Les Cousins)
1958: Nas Garras do Vício (Le Beau Serge)
1958: Christinne (idem)
1959: A Longa Noite de Loucuras (La Notte Brava)
1961: Amores Célebres (Amours Célèbres)
1961: Uma Mulher É uma Mulher (Une Femme Est une Femme)
1961: Os Leões Estão Soltos (Les Lions Sont Lâchés)
1962: O Diabo e os 10 Mandamentos (Le Diable et les Dix Commandements)
1962: Fruto Proibido (Le Diable et les 10 Commandements)
1963: Castelos na Suécia (Château en Suède)
1963: Dois são Culpados (Le Glaive et la Balance)
1964: O Irresistível Gozador (Um Monsieur de Compagnie)
1964: Caça ao Homem (La Chasse à l’Homme)
1964: A Ronda do Amor (La Ronde/Circle of Love)
1965: Conheço Bem Essa Moça (Io la Conoscevo Bene)
1966: O Rei de Copas (Le Roi de Coeur)
1966: Esses Nossos Maridos (I Nostri Mariti)
1966: Este Mundo É dos Loucos (Le Roi du Coeur/King of Hearts)
1967: A Mais Velha Profissão (Le Plus Vieux Métier du Monde)
1967: Manon 70 (idem)
1967: A Noiva Estava de Preto/A Noiva Usava Negro (La Mariée était en Noir)
1972: Um Crime É um Crime (Un Meurtre est un Meurtre)
1974: O Fantasma da Liberdade (Le Fantome de la Liberte)
1976: A Nudez de Alexandra (Un Animal Doué de Déraison)
1987: Levi e Golias (Lévy et Goliath)
1983: A Garota de Trieste (The Girl from Trieste)
1995: O Monstro (The Monster/Il Mostro)
1995: As Cento e uma Noites (Les Cent et une Nuits)
1996: O Insolente (Beaumarchais, L'Insolent)
1997: Encontros em Paris (Portraits Chinois)
2001: Concorrência Desleal (Concorrenza Sleale)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
• fechar janela •