A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z


Catherine Josephine "Jo" Van Fleet, ou simplesmente Jo Van Fleet, nasceu na cidade norte-americana de Oakland, Califórnia, em 30 de dezembro de 1914 e firmou-se como uma notável atriz dramática na Broadway durante vários anos. Ganhou um Prêmio Tony em 1954 por sua habilidade em um papel difícil, interpretando uma mulher antipática em 'The Trip to Bountiful' de Horton Foote, com Lillian Gish e Eva Marie Saint no elenco.

No seu primeiro papel no cinema, atuou como a mãe de James Dean, no filme 'Vidas Amargas', de 1955. Pelo seu desempenho nesta estreia, ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante. Seu trabalho no cinema foi constante até 1960. Depois, atuou nas telas esporadicamente. Destacou-se em filmes como 'A Rosa Tatuada', de 1955, 'Eu Chorarei Amanhã', de 1955, 'Esse Homem É Meu', de 1956, e 'Sem Lei e sem Alma', de 1957.

Conhecida principalmente por interpretar personagens mais velhos do que ela, sua carreira se estendeu por mais de três décadas, e ela ganhou um Oscar, assim como um Tony Award. Em 1958, foi indicada ao Prêmio Tony de Melhor atriz de teatro, por seu desempenho em 'Look Homeward, Angel'. Outros filmes são 'Rio Violento', de 1960, 'Rebeldia Indomável', de 1967, e 'O Abilolado Endoidou', de 1968.

Essa atriz de teatro de grande talento fez sua estreia no cinema apenas quando estava quase completando 40 anos ("East of Eden", 1955), mas sobressaiu-se e manteve-se em sua carreira artística através da década de 1970. Van Fleet, uma nativa da Califórnia, foi educada no seu ofício por Sanford Meisner na Neighborhood Playhouse e por Elia Kazan e Lee Strasberg no Actors Studio. Ela fez sua estreia nos palcos em "Tio Harry" no Teatro Nacional de Washington, D.C., em 1944 e rapidamente conquistou a fama como uma atriz de caráter forte. Ela fez sua estreia na Broadway em "The Winter's Tale" (1946), e passou de um sucesso após o outro.

A televisão também ofereceu a Van Fleet algumas boas oportunidades; seu papel mais lembrado com carinho era a madrasta malvada de Lesley Ann Warren em uma adaptação de Rodgers e Hammerstein "Cinderella" (CBS, 1965). Ela também foi convidada em "Cosmopolitan Theater" (Dumont, 1951) e apareceu em filmes de TV como "Heidi" (NBC, 1955), "A Família Rico" (CBS, 1972), "Satan's School for Girls" (ABC, 1973), e a minissérie "Power" (NBC, 1980). A atriz de imponente aparência geralmente interpretava mães de artistas que vão de Anthony Perkins a Ben Gazzara e Paul Newman.

Van Fleet foi casada com William Bales, de 1946 até a sua morte em 1990. Ela morreu em Queens, Nova York de causas não divulgadas, com 81 anos, 10 de junho de 1996. Van Fleet tem uma estrela na Calçada da Fama por sua contribuição ao cinema.


Filmografia
1954: Vidas Amargas (East of Eden)
1955: A Rosa Tatuada (The Rose Tattoo)
1956: Esse Homem É Meu (The King and Four Queens).....Mais informações
1956: Eu Chorarei Amanhã (I'll Cry Tomorrow).....Mais informações
1957: Sem Lei e sem Alma (Gunfight at the OK Corral)
1958: Terra Cruel (This Angry Age)
1960: Rio Violento (Wild River)
1967: Rebeldia Indomável (Cool Hand Luke)
1968: O Abilolado Endoidou (I Love You, Alice B. Toklas)
1969: Oitenta Passos para a Felicidade (80 Steps to Jonah)
1971: Quase, Quase uma Máfia (The Gang that Couldn't Shoot Straight)
1972: A Família Rico (The Family Rico) - TV
1976: O Inquilino (Le Locataire/The Tenant)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
Jo Van Fleet
  Se você gostou, compartilhe esta página no Facebook
• fechar janela •