A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z


Joan Bennett nasceu em Palisades Park, Nova Jérsei, em 27 de fevereiro de 1910 e teve seu auge como estrela do cinema na década de 1940. Vinda de uma família de atores onde despontam seu pai Richard Bennett, célebre no teatro, e a irmã Constance Bennett, estrela de Hollywood nos anos 1930, Joan somente decidiu-se pela arte da representação porque o fim de seu primeiro casamento deixou-a com a filha Adrienne para cuidar.

Bennett estreou com um pequeno papel em 'Soberania' (Power, 1928) e nos anos seguintes especializou-se em papéis de mocinhas ingênuas em uma série de filmes menores, onde o grande destaque é 'Quatro Irmãs' (Little Women, 1933), de George Cukor. Foi seu futuro marido, o produtor cinematográfico Walter Wanger, que lhe deu uma nova persona e elevou-a ao estrelato da noite para o dia, ao transformá-la em morena para o filme 'Os Segredos de um Don Juan' (Trade Winds, 1938), de Tay Garnett.

Morena para o resto da vida, Joan tornou-se a rainha das mulheres fatais dos filmes noir, que alcançariam enorme popularidade nas duas décadas seguintes. São notáveis as quatro películas que fez com Fritz Lang: 'O Homem Que Quis Matar Hitler' (Man Hunt, 1941), 'Um Retrato de Mulher' (The Woman in the Window, 1944), 'Almas Perversas' (Scarlet Street, 1945) e 'O Segredo da Porta Fechada' (The Secret Beyond the Door, 1947). Outros grandes momentos no período incluem 'Casei-me com Um Nazista' (The Man I Married, 1940), de Irving Pichel, 'Mulher Desejada' (The Woman on the Beach, 1947), de Jean Renoir e 'Na Teia do Destino' (The Reckless Moment, 1949), de Max Ophuls. O início da década de 1950 viu Joan aparecer também em produções mais leves, como as comédias de grande sucesso 'O Papai da Noiva' (Father of the Bride) e sua continuação, 'O Netinho do Papai' (Father's Little Dividend), ambas dirigidas por Vincente Minnelli em 1950.

Sua carreira sofreu um revés fatal quando o marido Wanger, em crise de ciúmes, atirou em seu empresário, Jennings Lang, no último dia de 1951. Cada um tem seu próprio modo de lidar com a traição de seu conjugue. Walter Wanger teve a sua própria, matando o mal pela raiz. Sabendo que sua esposa Joan Bennett, com quem casara em 1940, estava tendo um romance com o agente Jenning Lang, certo dia decidiu seguir sua esposa até o apartamento onde os dois se encontravam. O ano era 1951. Não, ele não estava disposto a matar o amante, nem tampouco a esposa. Ele faria algo pior. Wanger era conhecido por ter um gênio forte e não deixaria essa passar.

Walter esperou, pacientemente, os dois saírem do apartamento, e quando os viu abraçados, apontou diretamente para as partes íntimas de Jenning. Dois tiros. A vítima não morreu, mas acabou impossibilitado de usar, tanto com Joan, quanto com qualquer outra mulher, seus dotes masculinos. Walter acabou condenado por tal ato. Cumpriu a pena de 6 meses, alegando insanidade temporária. Mesmo assim achou injusto cumprir a pena, afinal, para ele, defendera a sua honra de marido traído e não matara o seu rival. Jenning Lang casou-se posteriormente, em 1956, mas não se sabe se o uso do equipamento estava normal.

O escândalo que se seguiu determinou o fim do estrelato da atriz. Ela encontrou refúgio na TV, onde atuou em filmes, foi atriz convidada em várias séries e estrelou a novela gótica 'Dark Shadows' por cinco anos (1966-1971). Sua última aparição no cinema foi na produção italiana 'Suspiria' (Suspiria, 1976), de Dario Argento. Joan casou-se quatro vezes, tendo se divorciado nas três primeirras ocasiões. Sua ligação mais duradoura foi com Walter Wanger, com quem se casou em 1940. Apesar do escândalo, ficaram juntos por vinte e cinco anos e tiveram dois filhos. Em 1978, uniu-se ao crítico de cinema David Wilde, com quem viveu até seu falecimento, em 7 de dezembro de 1990, de causas naturais, aos 80 anos.


Filmografia
1928: Soberania (Power)
1928: Leis do Coração (Show Folks)
1929: A Dama Divina (The Divine Lady)
1929: Amante de Emoções (Bulldog Drummond)
1929: O Galã (The Mississippi Gambler)
1930: Bancando o Lord (Puttin' on the Ritz)
1930: Moby Dick (idem)
1930: Um Caso Singular (Scotland Yard)
1931: Casadinhos (Many a Slip)
1931: Esposas de Médicos (Doctors' Wives)
1931: O Preço da Ventura (Hush Money)
1932: Ela Queria um Milionário (She Wanted a Millionaire)
1932: Mulheres e Aparências (Careless Lady)
1932: Entre Dois Fogos (Week Ends Only)
1932: Eu e Minha Garota (Me and My Gal)
1932: Mulher Indomável (Wild Girl)
1933: Quatro Irmãs (Little Women).....Mais informações
1934: O Direito à Felicidade (The Pursuit of Happiness)
1934: O Homem que Reclamou a Cabeça (The Man Who Reclaimed His Head)
1935: Mundos Íntimos (Private Worlds)
1935: Romance no Mississipi (Mississipi)
1935: Cupido e a Secretária (Two for Tonight)
1935: A Dança dos Ricos (She Couldn't Take it)
1935: O Homem que Desbancou Monte Carlo (The Man Who Broke the Bank at Monte Carlo)
1936: Treze Horas no Ar (Thirteen Hours by Air)
1936: Dois Entre Mil (Two in a Crowd)
1936: Olhos Castanhos (Big Brown Eyes)
1936: Quase Casados (Wedding Present)
1937: Vogas de New York (Vogues of 1938)
1938: Tinha que Ser Tua (I Met My Love Again)
1938: A Heroína do Texas (The Texans)
1938: No Turbilhão Parisiense (Artists and Models Abroad)
1938: Os Segredos de um D. Juan (Trade Winds )
1939: Criada para Amar (The Housekeeper's Daughter)
1939: O Homem da Máscara de Ferro (The Man in the Iron Mask)
1940: Casei-me com Um Nazista (The Man I Married)
1940: O Filho de Monte Cristo (Son of Monte Cristo)
1940: Inferno Verde (Green Hell)
1940: Amada por Três (The House Across the Bay)
1941: Quem Casa com a Noiva? (She Knew All the Answers)
1941: Vidas Sem Rumo (Wild Geese Calling)
1941: Correspondente Especial (Confirm or Deny)
1941: O Homem que Quis Matar Hitler (Man Hunt)
1942: Um Louco Entre Loucos (The Wife Takes a Flyer)
1942: Camas Separadas (Twin Beds)
1942 Cuidado com as Saias (Girl Trouble)
1943: Um Pequeno Erro (Margin for Error)
1944: Um Retrato de Mulher (The Woman in the Window)
1945: Almas Perversas (The Scarlet Street)
1945: Beijos Roubados (Nob Hill)
1946: O Velho Aborrecido (Colonel Effingham's Raid)
1947: Covardia (The Macomber Affair)
1947: O Segredo da Porta Fechada (The Secret Beyond the Door)
1947: Mulher Desejada (The Woman on the Beach)
1948: A Cicatriz (Hollow Triumph)
1949: Na Teia do Destino (The Reckless Moment)
1950: O Pai da Noiva (Father of the Bride).....Mais informações
1950: Apuros de um Anjo (For Heaven's Sake)
1951: O Último Jogo (The Guy Who Came Back)
1951: O Netinho do Papai (Father's Little Dividend)
1954: Consciência Culpada (Highway Dragnet)
1955: Não Somos Anjos/Veneno de Cobra (We're No Angels)
1956: Chamas que Não se Apagam (There's Always Tomorrow).....Mais informações
1960: Ecos do Passado (Desire in the Dust)
1970: Nas Sombras da Noite (House of Dark Shadows)
1972: Marcha Nupcial (Gidget Gets Married)
1976: Suspiria (idem)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
Joan Bennett
  Se você gostou, compartilhe esta página no Facebook
• fechar janela •