A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

João do Vale


Cantor e compositor brasileiro, nascido no Maranhão, bastante conhecido após seu meteórico sucesso no lendário show Opinião, realizado em 1964, ao lado de Nara Leão e Zé Keti. Autor de mais de 400 canções, João Batista do Vale lançou sucessos como "Carcará" e "Pisa na Fulô". Desde pequeno gostava muito de música, mas logo teve de trabalhar, para ajudar a família. Aos 13 anos foi para São Luís MA, onde participou de um grupo de bumba-meu-boi, o Linda Noite, como "amo" (pessoa que faz os versos). Dois anos depois, começou sua viagem para o Sul, sempre em boleias de caminhões: em Fortaleza CE, foi ajudante de caminhão; em Teófilo Otoni MG, trabalhou no garimpo; e no Rio de Janeiro RJ, onde chegou em dezembro de 1950, empregou- se como ajudante de pedreiro numa obra no bairro de Ipanema.

Passou a frequentar programas de rádio, para conhecer os artistas e apresentar suas composições, em maioria baiões. Depois de dois meses de tentativas, teve uma música de sua autoria gravada por Zé Gonzaga, "Cesário Pinto", que fez sucesso no Nordeste. Em 1953, Marlene lançou em disco "Estrela miúda", que também teve êxito; outros cantores, como Luís Vieira e Dolores Duran, gravaram então músicas de sua autoria.

Em 1982, beirando o ostracismo, artistas famosos como Chico Buarque, Tom Jobim e Fagner, decidiram reunir-se em estúdio para auxiliar o compositor na gravação do segundo LP de sua carreira. Cada nome famoso dividia uma faixa com João, sendo a mais elogiada a que teve a participação de Jobim. O maestro carioca usou flautas e sintetizadores para armar um belíssimo arranjo jazzístico com o coco "Pé do Cajero", num efeito intrigante e devastador. Com Jackson do Pandeiro ele gravou "Canto da Ema", com Nara Leão, "Papira" e, com Alceu Valença, "Pisa na Fulô", além do tradicional "Carcará", cantado em dueto com Chico Buarque de Holanda. Em 1994, Chico Buarque voltou a reverenciar o amigo, reunindo artistas para gravar o disco João Batista do Vale, prêmio Sharp de melhor disco regional. João do Vale faleceu aos 62 anos, em 6 de dezembro de 1996.

BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
• fechar janela •