A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z


John Payne nasceu na cidade norte-americana de Roanoke, Virgínia, em 28 de maio de 1912, e é lembrado principalmente como o cantor de 20 musicais da Century Fox, assim como seu papel no filme "De Ilusão Também se Vive". De fato, a interpretação mais popular de Payne foi a do advogado Fred Gailey no filme "De Ilusão Também se Vive" (1947), seu último trabalho para a Fox. Payne fez um pouco de tudo no cinema, participando de musicais, dramas, policiais, aventuras com muita ação e alguns faroestes, tornando-se um mocinho bastante querido pelos fãs do gênero.

Mais tarde, Payne mudou sua imagem e começou a atuar em filmes noir e westerns, como "Os Quatro Desconhecidos" (1952), "A Morte Ronda o Cais" (1953), "Homens Indomáveis" (1954), "Sócio do Tennessee" (1955) e "Slightly Scarlet" (1956). Payne assinou um contrato com Pine-Thomas Productions, onde ele astutamente insistiu que seus filmes fossem em cores e que os direitos revertidos para ele durante vários anos, o que tornou-o rico ao serem transmitidos pela televisão. Payne também estrelou uma série de faroestes para a televisão.

Antigo ator da Broadway, Payne chegou a Hollywood em 1935, aos 23 anos, e começou sua carreira no cinema em filmes musicais, protagonizando entre outros "Minha Secretária Brasileira" (1942), "Conflito Sentimental" (1946) e "O Fio da Navalha" (1946), todos da 20th Century Fox. Em 1950, transferiu-se para a Paramount participando de diversos filmes de cowboys, gênero bastante popular na época, e mais tarde protagonizou séries de televisão como "The Restless Gun" (1957-59) pela rede NBC. Por fim, apareceu algumas vezes na famosa série "Gunsmoke" (1970) exibido na rede CBS. Parou de trabalhar em 1960, mas 13 anos depois voltou em um musical de repercussão nacional nos Estados Unidos, "Good News".

John Payne nasceu de uma família abastada. A mãe de Payne havia sido cantora de ópera e acreditando que o filho tivesse também pendor musical o colocou ainda pequeno numa escola de canto. O jovem John tinha mesmo vocação para ser artista, o que fez com que ingressasse na Columbia University para estudar Arte Dramática enquanto paralelamente continuava com as aulas de canto na Julliard School.

O primeiro contrato que assinou foi com Samuel Goldwyn, estreando em 1936 como coadjuvante no memorável "Fogo de Outono", estrelado por Walter Huston e com direção de William Wyler. Estranhamente Goldwyn liberou o promissor John Payne que foi contratado pelo diretor-produtor Boris Petroff para o papel principal em um musical escrito por um jovem jornalista chamado Samuel Fuller que, por sinal, era da mesma idade de Payne. O musical se chamou "Feira de Sensações" e Payne teve a oportunidade de cantar a clássica canção de ninar "Twinkle, twinkle, little star". "Amar não é Sopa", de 1937, foi o filme seguinte de Payne, que contracenou com uma atriz estreante no cinema chamada Stella Adler.

A eclosão da 2.ª Grande Guerra alterou bastante a vida de John Payne que já havia mudado com o fim de seu primeiro casamento em 1943. Ele foi convocado para atuar como instrutor de vôo da Força Aérea norte-americana. Ao final da Guerra John Payne retornou à Fox que o escalou para "As Irmãs Dolly", mais um musical e mais uma vez ao lado de Betty Grable, que era então a atriz mais bem paga do cinema e tinha uma famosa foto de maiô em todas as barracas dos soldados de Tio Sam espalhados pelo mundo.

Em 1946 veio o segundo encontro de John Payne com Maureen O’Hara no drama "Conflito Sentimental". Nesse mesmo ano Payne atuou ao lado do principal galã da Fox, Tyrone Power, em "O Fio da Navalha", com Gene Tierney e Anne Baxter também no elenco. Anne Baxter conquistou um Oscar por seu desempenho neste drama que foi grande sucesso de crítica e de público. Ainda em 1946 Payne atuou em "Acorda e Sonha", com June Haver, estrela lembrada por ter abandonado a carreira artística para se tornar freira.

Payne foi casado com a atriz Anne Shirley (1937-1943), e tiveram uma filha, Julie Anne Payne. Ele então se casou com a atriz Gloria DeHaven em 1944, e a união produziu dois filhos, Kathleen Hope Payne e Thomas John Payne, antes do divórcio em 1950. Payne, em seguida, casou-se com Alexandra Beryl Curtis, em 1953, e permaneceu com ela até sua morte.

Em 1961, Payne foi atropelado por um automóvel em Nova York, passando dois anos em recuperação e tendo ficado com o rosto bastante marcado por cicatrizes que ele se recusou a corrigir com operações plásticas. O ator morreu em Malibu, Califórnia, de insuficiência cardíaca em 6 de dezembro de 1989, aos 77 anos. Ele tem duas estrelas na Calçada da Fama.


Filmografia
1936: Fogos de Outono (Dodsworth).....Mais informações
1936: Feira de Sensações (Hats Off)
1937: Amar não é Sopa (Love on Toast)
1938: No Mundo da Lua (Garden of the Moon)
1938: Jazz Academia (College Swing)
1939: Asas da Esquadra (Wings of the Navy)
1939: Demônios Sobre Rodas (Indianapolis Speedway)
1939: Murros e Solfejos (Kid Nightingale)
1940: Gente Sem Medo (Tear Gas Squad)
1940: O Eterno Don Juan (The Great Profile)
1940: Estrela Luminosa (Star Dust)
1940: A Vida é uma Canção (Tin Pan Alley)
1941: Lembra-te Daquele Dia (Remember the Day)
1941: Aconteceu em Havana (Weekend in Havana)
1941: Alô, América (The Great American Broadcast)
1941: Quero Casar-me Contigo (Sun Valley Serenade)
1942: Bodas do Gelo (Iceland)
1942: Minha Secretária Brasileira (Springtime in the Rockies)
1942: Defensores da Bandeira (To the Shores of Tripoli)
1942: Rapsódia da Ribalta (Footlight Serenade)
1943: Aquilo, Sim, Era Vida! (Hello Frisco, Hello)
1945: As Irmãs Dolly (The Dolly Sisters)
1946: O Fio da Navalha (The Razor's Edge)
1946: Conflito Sentimental (Sentimental Journey)
1946: Acorda e Sonha/Desperte e Sonhe (Wake Up and Dream)
1947: De Ilusão Também se Vive (Miracle on 34th Street)
1948: Aves de Rapina (Larceny)
1948: Um Homem Irresistível (The Saxon Charm)
1949: Barreiras de Sangue (El Paso)
1950: Capitão China (Captain China)
1950: A Águia e o Gavião (The Eagle and the Hawk)
1950: Tripoli (idem)
1951: Legião dos Desesperados (Passage West)
1951: Ouro dos Piratas (Crosswinds)
1952: Pantera Negra (Caribbean)
1952: Labaredas no Céu (The Blazing Forest)
1952: Os Quatro Desconhecidos (Kansas City Confidential)
1953: A Morte Ronda o Cais (99 River Street)
1953: Corsário dos Sete Mares (Raiders of the Seven Seas)
1953: Epílogo de Sangue (The Vanquished)
1954: Homens Indomáveis (Silver Lode)
1954: Senda de Sangue (Rails Into Laramie)
1955: Massacre Traiçoeiro (Santa Fe Passage)
1955: Renegado Impiedoso (The Road to Denver)
1955: A Ilha do Inferno (Hell's Island)
1955: A Audácia é a Minha Lei (Tennessee's Partner)
1956: O Poder do Ódio (Slightly Scarlet)
1956: Noite Sangrenta (Hold Back the Night)
1956: Sede de Matar (1956)
1956: Os Poderosos Também Caem (The Boss)
1957: Temor Oculto (Hidden Fear)
1968: Refúgio no Deserto (They Ran for Their Lives)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
John Payne
  Se você gostou, compartilhe esta página no Facebook
• fechar janela •