A

B

C

D

E

F

G

H

I

J

K

L

M

N

O

P

R

S

T

U

V

W

X

Y

Z

Johnny Weissmuller


Artista do cinema norte-americano nascido em Chicago, popularizou-se no papel de Tarzan, personagem em grande evidência nas décadas de 30 e 40, baseado no romance de Edgar Rice Burroughs. Seus filmes mais importantes foram "Tarzan, o Homem Macaco" (Tarzan of the Apes, 1932), "Tarzan e sua Companheira" (1934) e "A Fuga de Tarzan" (Tarzan Escapes, 1936). A história do nobre inglês criado por macacos na selva africana foi para as telas em 1918 mas somente em 1934 a MGM lançava a primeira produção com Weissmuller, alcançando grande popularidade e tornando célebre a frase: "Me Tarzan, you Jane". Johnny foi convidado a participar da série ao tornar-se o grande campeão das Olimpíadas de 1924 e 1928, tendo o atletismo como modalidade. Nunca foi derrotado em qualquer competição, recebendo medalhas de ouro e batendo 67 recordes mundiais de natação.

Nos anos 30, o Código Hays era rigoroso em Hollywood. Homem e mulher, mesmo casados, não podiam dormir juntos. O código exigia camas separadas. Tarzan e Jane não eram casados. E dormiam juntos, para escândalo das ligas que zelavam pelo Código. A roupa de Jane, curtinha em "O Homem-Macaco", cresceu alguns centímetros em "A Fuga de Tarzan". Weissmuller consagrou-se nas telas através de 18 películas da série, fazendo vibrar gerações de plateias, com seu grito peculiar. Fez também "A Deusa da Lua" (Jungle Moon Men), em 1955. Para a televisão, participou da série "Jim das Selvas". Na área dos esportes, foram contabilizados ao todo 52 campeonatos vitoriosos e cinco olímpicos. E ele tinha a chance de mostrar sua habilidade em cena. Nadando, conseguia ganhar de Maureen O'Sullivan, que corria pela margem do rio.

Johnny casou-se seis vezes, a primeira, tumultuadamente, com a temperamental atriz Lupe Velez. Esteve mais tarde várias vezes presente nas colunas dos jornais por seu mau comportamento. Em 1979, o ator precisou ser internado por problemas mentais, após sofrer várias tromboses. Velhinho, repetia o grito do homem-macaco para receber trocados de turistas. A residência de Weissmuller, perto de Acapulco e onde ele viveu os últimos anos de vida, foi adquirida por um colecionador mexicano pelo valor de 275 mil dólares. A casa, onde o ex-Tarzan se refugiou, longe do glamour de Hollywood e doente e senil, completamente o inverso do herói valente e musculoso que fascinou gerações de fãs, foi transformada em museu em sua homenagem.

A imagem do rei das selvas se conserva até os dias de hoje através de livros constantemente reeditados, histórias em quadrinhos em pelo menos doze edições mensais nos Estados Unidos e novos filmes, como "Greystoke - A Lenda de Tarzan" (Greystoke: The Legend of Tarzan, Lord of the Apes, 1983, com Christopher Lambert no papel-título). Os colecionadores possuem lembranças das mais variadas e surpreendentes, como cigarros, chicletes, camisetas e jogos que levam a marca do herói. Afirma-se, se bem com grande dose de ceticismo, que um sujeito guarda na geladeira um pedaço de pão e um sorvete de Tarzan, desde 1936. Weissmuller faleceu aos 79 anos, em 21 de janeiro de 1984.

Veja outra foto de Johnny Weissmuller


Filmografia
1932: Tarzan, o Filho das Selvas/O Homem Macaco (Tarzan the Ape Man).....Mais informações
1934: Tarzan e sua Companheira (Tarzan and His Mate)
1936: A Fuga de Tarzan (Tarzan Escapes)
1939: O Filho de Tarzan (Tarzan Finds a Son)
1941: O Tesouro de Tarzan (Tarzan's Secret Treasure)
1942: Tarzan em Nova York/Tarzan Contra o Mundo (Tarzan's New York Adventure)
1943: Tarzan, o Terror do Deserto (Tarzan's Desert Mystery)
1943: O Triunfo de Tarzan/Tarzan, o Vencedor (Tarzan Triumphs)
1945: Tarzan e as Amazonas (Tarzan and the Amazons).....Mais informações
1946: Ferocidade (Swamp Fire)
1946: Tarzan e a Mulher Leopardo (Tarzan and the Leopard Woman)
1947: Tarzan e a Caçadora (Tarzan And The Huntress)
1948: Tarzan e as Sereias (Tarzan and the Mermaids)
1948: Jim das Selvas (Jungle Jim)
1949: Jim das Selvas - A Tribo Perdida (The Lost Tribe)
1950: Jim das Selvas - A Lagoa dos Mortos (Captive Girl).....Mais informações
1950: Jim das Selvas - A Marca do Gorila (Mark of the Gorilla).....Mais informações
1950: Jim das Selvas - Na Terra dos Pigmeus (Jungle Jim in Pygmy Island)
1951: Jim das Selvas - Fúria no Congo (Fury of the Congo).....Mais informações
1952: Jim das Selvas - Na Terra Proibida (Jungle Jim In the Forbidden Land)
1952: Jim das Selvas - O Tigre Sagrado (Voodoo Tiger).....Mais informações
1953: Jim das Selvas - Tulonga, a Ilha Condenada (Savage Mutiny).....Mais informações
1953: Jim das Selvas - Cacique Branco (Valley of Head Hunters).....Mais informações
1954: Jim das Selvas - O Vale dos Canibais (Jungle Man-Eaters).....Mais informações
1954: Jim das Selvas - O Homem Crocodilo (Cannibal Attack).....Mais informações
1955: Jim das Selvas - A Deusa da Lua (Jungle Moon Men)
1955: Jim das Selvas - A Lagoa da Morte (Jungle Jim)
1955: Jim das Selvas - O Tigre Assassino (Jungle Jim)
1976: Won-Ton-Ton, o Cachorro que Salvou Hollywood (Won TonTon, The Dog Who Saved Hollywood)


BR Busca JS - Busca
Banco de Dados
Para uma resposta mais rápida, utilize aspas na consulta, exceto quando tiver dúvida com relação à grafia do nome
• fechar janela •
Johnny Weissmuller e Frances Gifford em "O Triunfo de Tarzan" (1943 - RKO)